Avaliação do Tópico:
  • 5 voto(s) - 3.8 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Boas Vindas
#1
Caros colegas

São tempos difíceis aqueles que todos estamos a viver, e paradoxais para nós. Vai aumentar a necessidade do nosso trabalho, mas vão diminuir as condições para o mesmo. Isto vai gerar consequências, para o público e para nós. Este forum serve para conversarmos sobre isso, desabafarmos, procurarmos respostas, fazermos perguntas. 

Não esperem respostas minhas, ainda que elas possa surgir. Sou um membro entusiasta deste grupo tal como qualquer um de vós.  

É por isso com muito entusiasmo que dou este pontapé de saída. Espero que nos seja útil a todos. 

Um abraço

Miguel Ricou
Responder
#2
Viva!
Concordo! Começa a não existir condições para podermos estar nos nossos locais de trabalho, precisamente quando são infectário de covid 19.
O problema é quando a proteção dos profissionais não é feita, e as decisões de superiores vão sempre no sentido de estarmos fisicamente nos locais ao invés de podermos fazer teletrabalho. Outras unidades de saúde já adotaram está prática de teletrabalho o que cria também disparidades. A ordem tem posição sobre este tema? Obrigada.
Responder
#3
(03-31-2020, 09:19 PM)Lourdes Caraça Escreveu: Viva!
Concordo! Começa a não existir condições para podermos estar nos nossos locais de trabalho, precisamente quando são infectário de covid 19. 
O problema é quando a proteção dos profissionais não é feita, e as decisões de superiores vão sempre no sentido de estarmos fisicamente nos locais ao invés de podermos fazer teletrabalho. Outras unidades de saúde já adotaram está prática de teletrabalho o que cria também disparidades. A ordem tem posição sobre este tema?  Obrigada.
Lourdes Caraça

O Governo tem tomado posições bem claras sobre isso. A Ordem segue, é claro, essas recomendações. Mas gostaria que este forum fosse, não para fazer perguntas sobre o que a Ordem tem feito, mas para trocarmos experiências. Era interessante que os colegas que têm experiências em Unidade de Saúde que avançaram para o trabalho à distância partilhassem a sua experiência. Este é um forum de psicólogos para psicólogos. É precisamente para procurarmos ajuda entre nós. Um abraço
Responder
#4
Olá boa noite!
O momento é de completa redefinição, no contexto em que trabalho. 
O trabalho à distância é possível mas a adaptação não está fácil. Leva tempo.

Obrigada, desde já, por se ter criado esta iniciativa de partilha. 
Creio que com o tempo irão surgir tópicos de discussão, dúvidas de uns que serão dúvidas de outros. E dúvidas sobre alguns assuntos que podem ser simples para outros.

Ainda me estou a adaptar a mais esta plataforma.

Bem haja a todos
Responder
#5
Bom dia a Tod@s!!

Espero que se encontrem bem!!

Sim neste, momento a minha intervenção enquanto psicóloga sofreu uma alteração espantosa!!
Há mais de 9 anos que estou a colaborar com APAV , inicialmente em regime de voluntariado e há cerca de 5 meses como colaborada e faço parte portanto da APAV Algarve onde dou apoio psicológico a vítimas de crime em vários Municípios.

Feita esta breve introdução vou passar a partilhar a minha experiência recente.

Numa primeira fase, a pré- pandémica já sentia alguma dificuldade pela intervenção breve que me era exigida realizar, devido sobretudo (penso eu) à elevada procura deste apoio especifico, que aliás me parece mais psicossocial ou intervenção em crise, do que uma intervenção psicológica propriamente dita, pois as vítimas em situação de crise não estão prontas para se trabalhar a si mesmas...
Bem, mas este tema ultrapassa os objetivos deste fórum, enfim foi um desabafo....

Desde o dia 16 de Março que estou em Teletrabalho e tem sido um desafio pois a agenda está cheia e estamos em plena fase de adptação e redefinição de estratégias...

1º contatei @s utentes adultos para explicar os motivos da suspensão do atendimento presencial (facilmente aceite) e propor as alternativas a este , telefónico ou via SKype (também facilmente aceite).
Com as crianças devido à tenra idade de algumas, não se reúnem as condições para o referido apoio.
Como posso fazer com as crianças ? Têm alguma ideia, colegas? os jogos que exigem manuseamento, planificação e resolução de problemas? como substituir ? aconselham algum jogo!?

Tendo em conta a especificidade do contexto de intervenção, no qual damos conta das emoções fortes como as do medo, da insegurança, a avaliação e intervenção eram mais "completas" num espaço próprio onde OBSERVÁVAMOS e SENTÍAMOS! não sei ....parece que agora, pelo telefone, a forma não é tão acolhedora , parece que não estou inteira e a pessoa não está inteira faltam peças do puzzle!

Talvez se deva ao facto de não estar habituada a trabalhar assim...

É isso! tudo é uma questão de habito não é colegas? até porque vou me permitir de desenvolver a escuta ativa ... pois vai ficar mais apurada! Smile Noto que me inclino mais para a direita! parece que quero entrar no mundo da pessoa , visitá-la e voltar ... tenho que corrigir a postura ao telefone, bem também ninguém está a ver Angel . De qualquer forma é importante corrigirmos a postura pelas razões que todos conhecemos. Sim é uma situação nova e estamos menos confortáveis a postura é mais tensa ... bem tenho que fazer alongamentos antes!!!
Outras dificuldades ?
tenho 3 jovens em casa com idades e interesses diferentes e que precisam de orientação para tudo fluir com "normalidade" . Bem tem sido um desafio! : Idea .... Quando eu pensava que iria ter tempo para tudo... Eis que surgem tarefas sempre para organizar!!! Colegas há sempre muita coisa para fazer .... confesso até que tenho dificuldade em organizar!
Ups ! mais uma coisa para fazer: ORGANIZAR,

Foram os meus desabafos de hoje !!!
Fiquem bem e Bem haja a tod@s
Até breve
Responder
#6
(03-31-2020, 09:19 PM)Lourdes Caraça Escreveu: Viva!
Concordo! Começa a não existir condições para podermos estar nos nossos locais de trabalho, precisamente quando são infectário de covid 19. 
O problema é quando a proteção dos profissionais não é feita, e as decisões de superiores vão sempre no sentido de estarmos fisicamente nos locais ao invés de podermos fazer teletrabalho. Outras unidades de saúde já adotaram está prática de teletrabalho o que cria também disparidades. A ordem tem posição sobre este tema?  Obrigada.

Bom dia, 
Compreendo as dúvidas que surgem nesta fase mas na verdade penso que estamos constantemente numa readaptação. Felizmente esta situação é rara, pelo que ainda estamos todos a aprender a lidar com ela. Eu trabalho numa Unidade de Cuidados Continuados, neste momento, com a restrição das visitas, os utentes começam a apresentar sintomatologia associada. Dificilmente conseguirei realizar teletrabalho com os utentes que tenho, por variados motivos e todos eles muito válidos. Penso que é uma altura de tentarmos realizar o nosso trabalho de forma protegida, contudo compreendermos que essa proteção nunca será igual para todos. No meu caso, ao invés do teletrabalho, mantenho-me presencialmente mas a utilizar os equipamentos de proteção individual. Bem hajam.
Responder
#7
Bom dia a Tod@s,

Espero que o dia corra pelo melhor...

Quero agradecer a iniciativa deste espaço. Muito Obrigada.

Ainda não tenho muito para contar.
Eu trabalho numa universidade sénior. Tenho tido mais dificuldades com a Direcção do que propriamente com os seniores.
Como uma das actividades que tenho na universidade sénior é educação emocional e quando tudo indicava para a situação de quarentena, eu e os seniores criamos um plano de bem-estar. E todos os dias devemos cumprir uma tarefa de auto-cuidado.
Uma vez por semana falo com cada sénior individualmente e quase todos os dias vamos para o fórum da plataforma conversar, fazer exercícios de estimulação cognitiva, fazer exercícios de respiração, e outras coisas que os seniores queiram fazer.
A Direcção é que não aceita muito bem estas coisas...e só quer estar alimentar assuntos sobre a eutanásia, sobre o covid19, e coisas que só alimentam a ansiedade, o medo, o pânico, etc.

Obrigada por estarem desse lado...

Por hoje é tudo...

Feliz dia das mentiras Smile
Responder
#8
Excelente ideia e iniciativa! Obrigada a todos ?
Que este seja um espaço de partilha e de aprendizagem.
Um bem haja,
Dia feliz
Neuza Marmelo
Responder
#9
Bom dia!
Excelente iniciativa, muito obrigada OPP!
Sou psicóloga numa escola pública e espero estar à altura do desafio de exercer a minha atividade a partir de casa. Ainda que não seja possível trabalhar da mesma forma, é certamente uma oportunidade de ajudar os outros de forma diferente, mas igualmente útil!
Responder
#10
Bom dia, 

Estou também em teletrabalho, trabalho num Município.
Atualmente, tenho um telemóvel de serviço público para o meu Concelho, assim como outras colegas do Município.
Dividimos as áreas e eu tenho o apoio psicológico e o apoio à vitima pois também estou ligada à APAV. Os contactos que tenho atendido prendem se muito com questões de ansiedade face à situação e casos graves de Violência Doméstica (já no limite dos limites).
De referir, os amigos e colegas que nos ligam - telemóvel pessoal- por sermos psicólogos/as e "não amigos e colegas", percebem?....

Não é uma altura fácil mas tentamos fazer o melhor que conseguimos, em equipa por aqui. Smile 
Desejo que todos estejam bem  e que possamos fomentar a partilha. 

Um bem haja,

Catarina Gomes
Responder


Saltar Fórum:


Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)